Risco de acidentes na rede de distribuição elétrica


Casa em obras, falta espaço para o serviço e os andaimes empurram os cabos / Conj. Hab. Vida Nova, Lauro de Freitas, BA - A Coelba esteve no local e fez o isolamento dos cabos da rede elétrica. | 


O vereador Edilson Ferreira defendeu em plenário a execução de uma ação preventiva, na rede de distribuição de energia elétrica de Lauro de Freitas, com a finalidade de reduzir riscos de acidente com moradores.

Conforme veiculado com certa frequência nos meios de comunicação, algumas situações de risco são causadas pelos próprios moradores, exemplo disso é a realização de serviços, e construções muito próximo da rede elétrica. Em outros casos, os projetos de urbanização não se ativeram ao futuro do local planejado, que deveriam prever futuras ampliações nas estruturas dos imóveis. Isto é o que ocorre no Conjunto Habitacional Vida Nova, que apesar de planejado antes de construído, se pensou apenas nas casas, com andar térreo. Segundo moradores, toda a rede de distribuição elétrica instalada entre os caminhos fica muito próxima da maioria das casas que foram ampliadas verticalmente.

Tecnicamente, os cabos da rede de distribuição de energia elétrica não precisam ser encapados em função do espaçamento entre eles e também por facilitar a dissipação do calor. Porém em algumas situações torna-se necessária a instalação de capa isolante sobre estes, para garantir a segurança dos cidadãos.

Conforme Edilson Ferreira, sua intenção é a realizada uma operação de avaliação profissional dos reais pontos de risco feita pela prefeitura em parceria com a Coelba.

- O Conjunto Vida Nova foi o local onde tivemos a queixa e fomos verificar. Já de antemão, solicito que esta operação se estenda por toda a cidade de Lauro de Freitas, aos demais locais considerados promissores a estas ocorrências, para que seja feito o isolamento dos cabos condutores de eletricidade.

A solicitação foi aprovada nesta terça-feira (04), por meio do projeto de indicação nº 196/2011 e seguiu para avaliação do poder executivo.

NOTÍCIAS NO E-MAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais lidas

Instagram