Rio Ipitanga transborda e alaga ruas em Lauro de Freitas

Apesar de não ter registrado ocorrências graves com as fortes chuvas que caíram nos últimos dias em Lauro de Freitas, a prefeitura orienta os moradores de áreas próximas aos rios que se mantenham em alerta. De acordo com o Clima Tempo choveu, só hoje, cerca de 59 mm no município.


A Defesa Civil registrou 30 ocorrências ao longo do dia, entre alagamentos, ameaça de deslizamento de terra e de desabamento de imóveis, sem vitimas.


O órgão distribuiu lonas e orientou a população. “Pedimos que ao primeiro sinal de perigo as pessoas saiam do local e acionem a Defesa Civil”, avisa Apio Vinagre, secretário de Governo e coordenador da Defesa Civil.


O volume de água dos rios também subiu muito. O Rio Ipitanga transbordou inundando a avenida Beira Rio e atingindo ruas do Jardim do Jóquei. De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura, Luiz Cláudio Magalhães, uma das causas foi o transbordamento da Barragem do Jambeiro, que manteve o Rio Joanes com nível muito alto impedindo o escoamento dos rios Ipitanga e Sapato, seus afluentes.


Obras – Apio Vinagre destaca que a prefeitura vem trabalhando em um conjunto de obras que já minimizam os transtornos causados por fortes chuvas. Entre elas, a ampliação, construção e recuperação de 7.600m de rede de drenagem em localidades como Itinga, Caji, Ipitanga, Vilas do Atlântico e Centro; a contenção e estabilização de 14.071 m² de encostas em Itinga, Portão, Lagoa dos Patos e Vila Praiana e a construção e manutenção de 146 mil m² de vias urbanas em todo o município, além da recuperação de moradias populares e o serviço permanente de desobstrução de rios e córregos.


Na Avenida Praia de Copacabana, em Vilas do Atlântico, onde sempre que chovia alagava, foram realizadas obras de macrodrenagem e substituição de manilhas. “Trabalho aqui há dez anos e nunca tinha visto, depois de uma chuva como essa, a rua assim toda seca”, lembra o segurança local, Robemario Pereira.


Em outras áreas, como Boca da Mata, em Portão, e avenida Priscila Dutra, os alagamentos serão minimizados com a conclusão de obras de maior porte, como o desvio do Canal dos Irmãos, já licitada. Para contatar a Defesa Civil os telefones são 3288-8628 (em horário administrativo) ou 9982-7223, 9975-1737, 9983-5867, 3288-8608 (Guarda Municipal 24h).


Informações do Imprensa Lauro

NOTÍCIAS NO E-MAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais lidas

Instagram