Simples ações podem gerar um grande impacto ambiental


No último dia (03), o vereador Edilson Ferreira a presentou no plenário da câmara de vereadores o projeto de Indicação nº 221/11 solicitando do Poder Executivo, a utilização de copo descartável biodegradável em todas as instalações dos órgãos públicos de Lauro de Freitas.

O vereador justificou a ideia afirmando que não existe coisa mais prática do que você chegar a uma repartição pública e se depara com um monte de copos descartáveis, prontos para serem utilizados por apenas alguns segundos e depois permanecerem de 100 a 450 anos poluindo o planeta. Ainda segundo Edilson são várias as questões que inviabilizam a reciclagem do produto.

No caso da reciclagem mecânica, um problema é a contaminação dos plásticos por resíduos orgânicos ou tóxicos por contato com o lixo doméstico, industrial ou hospitalar. Isto impede o uso do plástico reciclado em certas aplicações, como brinquedos e embalagens de alimentos. Outro problema é que os plásticos são muito heterogêneos, existem diversos tipos de plástico que devem ser separados entre si. O uso de plásticos reciclados misturados é possível, mas resulta em um material de qualidade inferior, cujo campo de aplicação é muito restrito. A reciclagem química elimina grande parte desses problemas, mas implica a dissolução total dos plásticos utilizados e um novo processo de síntese, com um custo superior ao do material obtido diretamente do petróleo.

 - Imaginemos uma empresa com 200 funcionários, cada um utilizando de 6 a 8 copos descartáveis por dia, o montante acumulado ao final de um mês será de uns 42.000 copos. Imagina o que acontece todos os dias no mundo. Se pelo menos todas as prefeituras e grandes empresas utilizassem material descartável biodegradável disponível para seus funcionários e todos os que frequentarem estes espaços, ajudaria muito as futuras gerações - Explanou.

Atualmente no Brasil, já existem produtos como sacolas, pratos, talheres, copos descartáveis feitos a partir de fibras e resinas vegetais, capazes de se degradarem dentro de 90 a 180 dias. Os utensílios são muito resistentes, podendo ir sem problemas ao microondas. São seguros também para ir ao freezer, resistentes à óleo e capazes de manter alimentos e bebidas quentes.

NOTÍCIAS NO E-MAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais lidas

Instagram