Campanha coleta mais de 50 toneladas de material reciclável durante Carnaval

Redação do ITAPOAN ON LINE

 

reciclaA campanha ‘O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente’, realizada pelo Governo do Estado, resultou na coleta de mais de 50 toneladas de material reciclável, no período de 3 a 9 deste mês, durante o Carnaval de Salvador. Foram beneficiados mais de 2.600 catadores, que receberam o kit de trabalho (calça, camisa, botas, luvas de PVC e protetores auriculares), alimentação, assessoria técnica e deslocamento do material coletado.

A aposentada Elisabete Pinheiro, 65 anos, aproveitou o período de festa para obter renda extra. “Com o dinheiro que entra, compro um botijão de gás ou pago conta de água ou energia”, planejava a aposentada, que trabalhou no centro da cidade. Para ela, um dos principais benefícios da campanha para os catadores foi o melhor tratamento por parte do público. “Com o fardamento, as pessoas identificam a gente, e deixam entrar nos blocos e em até alguns camarotes para pegar as latinhas”, exemplifica.

A campanha – que possibilitou a instalação de cinco centrais de apoio na Barra, Ondina, Dois de Julho, Politeama e Ladeira da Montanha - foi coordenada pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), Universidade do Estado da Bahia (Uneb). A iniciativa teve apoio de diversas secretarias e órgãos do Governo do Estado, Prefeitura de Salvador, entidades da sociedade civil e cooperativas de reciclagem.

Para a coordenadora da campanha pela Setre, Iara Morena, a ação tem possibilitado melhoria significativa nas condições de trabalho dos catadores avulsos e no aumento da visibilidade do trabalho dos profissionais. “Trabalhamos numa perspectiva de resgatar a dignidade desses profissionais e de oferecer melhores condições de trabalho. No Carnaval, a oferta desse material aumenta muito. Os cooperados nas centrais negociam com preços melhores, mais justos do que os comerciantes/atravessadores, que também atuam no circuito do Carnaval”, diz.

Financiamento

O Governo do Estado, por meio da Setre e da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), também destinou linha de financiamento especial às cinco cooperativas para a compra de resíduos coletados pelos catadores por um preço justo. Foram concedidos R$ 105 mil - R$ 90 mil por meio do CrediSolidário e mais R$ 15 mil via CrediBahia. As cooperativas terão dois meses de carência para efetuar o pagamento em três parcelas iguais. A execução, acompanhamento e avaliação da ação estão sob a responsabilidade da Superintendência de Economia Solidária da Setre.

Fonte: Agecom

NOTÍCIAS NO E-MAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais lidas

Instagram