Solicitada para Lauro de Freitas unidade móvel para prevenção do câncer


As estatísticas comprovam que em casos de câncer a população carente é menos diagnosticada. Isto ocorre justamente pela falta de acesso e de condição de ir a um centro de referência. Segundo dados, 60% a 70% das pessoas não fazem exames preventivos para detecção deste tipo de doença em que as chances de cura estão limitadas ao estágio de avanço de cada caso.

Segundo o vereador Edilson Ferreira, o objetivo da proposta para Lauro de Freitas é que os exames solicitados se embasem prioritariamente nos tipos de câncer que mais acometem pessoas em nosso país. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) aponta uma estimativa de 520 mil casos novos da doença para o ano de 2012 no Brasil.

Desconsiderando o câncer de pele não melanoma - tumor com baixa letalidade -; entre o sexo masculino o câncer de próstata permanecerá sendo o mais comum, seguido pelo de pulmão, cólon e reto, estômago, cavidade oral, laringe e bexiga. Já nas mulheres, a glândula tireoide, de modo inédito, aparece no quinto lugar geral, atrás do câncer de pele não melanoma, mama, colo do útero, cólon e reto. Na seqüência, vêm os tumores de pulmão, estômago e ovário. Quanto mais cedo o diagnóstico melhor.

NOTÍCIAS NO E-MAIL

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mais lidas

Instagram